Compradores de imóveis preferem Orlando

30 de março de 2017



Os EUA são o país preferido dos investidores brasileiros que apostam no mercado imobiliário como forma de diversificar e dolarizar seus investimentos. De acordo com a última pesquisa da Association of Foreign Investors in Real Estate (Afire), os EUA estão em primeiro lugar na  preferência de seus membros que o consideram o país mais estável e seguro do mundo e com a melhor valorização do capital. Embora o país seja a primeira opção dos investidores brasileiros, Portugal também vem sendo redescoberto como mercado promissor e rentável.

Segundo uma associação de imobiliárias americana, entre abril de 2015 e março de 2016, foram vendidas, no total, 214.885 propriedades residenciais nos EUA, totalizando um volume de US$ 102,6 bilhões, com um valor médio de investimento de US$ 277 mil. O Brasil representou 3% dessas vendas, ou seja, em torno de 6.400 imóveis.

Leia mais

1. Setor de transmissão ganha a preferência dos investidores

2.  Cresce a busca por imóveis em outros países

3.  Estrangeiros superam brasileiros em aquisições

Pedro Barreto, CEO da Ativore Global Investments, empresa de consultoria especializada em imóveis para rendimento internacional, explica que há os chamados mercados primários e os secundários. Fazem parte do primeiro grupo hubs de investimento internacional, como Nova York, Miami, Paris e Londres. São mercados cujos imóveis são mais caros, têm impostos mais altos e o custo de manutenção da propriedade, muitas vezes antiga, é mais salgado.

Segundo ele, esses não são os mercados mais indicados para quem está interessado em gerar renda a partir da formação de uma carteira internacional de imóveis. Já os mercados secundários, em que se incluem cidades como Atlanta, Dallas, Filadélfia e Tampa, todas nos Estados Unidos, têm imóveis e impostos mais baixos e maior rentabilidade (entre 7% e 10% anuais).

"Cerca de 90% dos investidores ainda preferem os Estados Unidos pelo mercado ser em dólar", afirma Barreto que diz que os investidores procuram o que é chamado de fluxo de caixa na veia, ou seja, um fluxo de caixa imediato proporcionado por imóveis novos ou que, no máximo, precisem de uma pequena reforma. Os antigos e em construção são, geralmente, descartados. Prédios, shoppings e hotéis estão também na mira dos investidores brasileiros.

Apesar de fazer parte do chamado mercado primário, Orlando continua no topo da lista de preferência dos investidores brasileiros. E a equação é simples, segundo Daniel Rosenthal, idealizador e organizador do Investir USA Expo, feira que terá sua 19º edição em São Paulo entre os dias 7 e 9 de abril. Só em 2015, a cidade, conhecida como capital mundial do entretenimento, recebeu 66 milhões de turistas. Desse total, 900 mil eram brasileiros. Sabendo que a rede hoteleira não dá conta de acomodar todo mundo, os investidores brasileiros compram as chamadas casas de férias.

"Somente Orlando possui esse formato de casas de férias. Em Miami e outras cidades, isso não é possível, já que os contratos de locação são de, no mínimo, seis meses", conta Rosenthal que explica que as casas de férias trazem a grande vantagem de ter uma locação flexível por curtas temporadas. "O potencial das casas de férias de Orlando tende a crescer até 2020 devido aos projetos e parques que estão em desenvolvimento e que atrairão ainda mais turistas", acredita Rosenthal.

A taxa de ocupação das casas de férias é de 65%.

Outro mercado promissor é Portugal. Números da Athena Advisers, imobiliária especializada no mercado europeu, mostram que o preço dos imóveis em Lisboa está subindo, o que dá margem para ganhos futuros. Até o segundo trimestre de 2016, houve valorização de 11% nos preços. Se comparado com Paris, que teve alta de 1,4% e Londres, de 3%, Lisboa segue como a melhor opção para investidores brasileiros.

Fonte: Site/ www.valor.com.br



Volte



Organização e Promoção

O Investir USA Expo é o único evento que concentra diversas ofertas e informações para a a compra e investimento de imóveis nos Estados Unidos para investidores e compradores finais, além de proporcionar parcerias com os corretores de imóveis brasileiros para que os mesmos indiquem seus clientes e façam a intermediação do negócio com as empresas americanas. O evento é gratuito mediante prévia inscrição pelo site e os participantes tem acesso a área de exposição que conta com diversas empresas imobiliárias e incorporadoras que atuam em diversas regiões dos Estados Unidos e as palestras que objetivam esclarecer o processo de aquisição e investimento imobiliário para estrangeiros.

BENEFÍCIOS

  • Assista palestras educacionais sobre todo o processo de compra de imóveis nos EUA.
  • Contate diretamente com corretores imobiliários americanos, advogados de imigração, consultores fiscais, instituições financeiras, construtores e representantes de centros EB-5.
  • Conheça diversas oportunidades de investimento imobiliário.

Imóveis Residencial e Comercial • Imigração • Hipotecas & Financiamentos • Gestão de Imóveis • Tributação Internacional • Câmbio • Bancos e muito mais

Fique por dentro dos Investir EUA News.
Siga-Nos.